CONVITE: Disco Xepa e o valor do ato de cozinhar com Campanha Slow Fish Semana Santa


Local: Feira Livre no Bairro Assunção, Av. Robert Kennedy altura do numero 3.000, junto a barraca do peixe. 
Data: Domingo dia 29/03/15
Horário: a partir das 10.30h
Objetivo: APROVEITAR TOTALMENTE O ALIMENTO. Dizer não ao desperdício, VALORIZAR a comida natural e o ato de cozinhar é o tema do Disco XEPA na Semana Santa 2015

O movimento Slow Food, através do convívio Grande ABC SP, alunos da Escola Sabor e Saber Gastronomia e simpatizantes da causa pela alimentação, em ação voluntária, se unem para lutar pela conscientização do desperdício de alimentos.

Realizaremos uma ação, autorizada pela Prefeitura de São Bernardo do Campo, na Feira Livre no Bairro Assunção, no domingo dia 29.03.15 a partir das 10.30h., Av. Robert Kennedy altura do numero 3.000, Bairro Assunção, junto a barraca do peixe. A ação reunirá a arte de cozinhar, a conscientização do aproveitamento total dos alimentos, música e degustação grátis. O importante será mostrar que jogamos muitos alimentos fora, desperdiçamos diariamente uma grande quantidade de comida que poderia alimentar milhares de pessoas. Em fim, conscientizar a população do consumo responsável de alimentos e o respeito à natureza.

Iremos cortar, lavar e cozinhar ao vivo, em respeito ao enorme esforço do planeta e aqueles que produzem alimentos, para que todos possam desfrutar dos nutrientes e delicias de nossa criatividade junto aos alimentos. Contamos com a ajuda de vocês! Se tiverem legumes e/ou frutas feios, batidos, meias cenouras, meias cebolas, etc. tragam consigo para cozinharmos juntos.

O movimento da Disco Xepa surgiu na Alemanha, chamado de Schnippeldisko ou Schnippel Disko. A primeira edição aconteceu em Berlim, em 20 de janeiro de 2012, quando mais de 1,2 tonelada de alimentos foram picados para fazer uma sopa que serviu 8 mil participantes do protesto Wir haben es satt! (“Estamos fartos da agroindústria – Boa comida e boa agricultura para todos!”, contra a produção em massa da agroindústria e a favor da agricultura familiar e orgânica). Já foram realizados pelo Slow Food Youth Network mais de 200 eventos em 15 países, em 75 cidades.

Um terço de toda a comida produzida no planeta vai para o lixo, segundo estudo da ONU, Organização das Nações Unidas). Durante a manipulação pós-colheita e na armazenagem são perdidos 54% dos alimentos desperdiçados em todo o mundo. Os demais 46% são perdidos nas etapas de processamento, distribuição e consumo. Ainda, estimativas da ONU, cerca de 30% da produção global de comida, o que significa entre 40% e 50% da cultura de raízes, frutas e vegetais, 20% de oleaginosas, carne e laticínios e 35% de peixes, é perdida ou desperdiçada. Isto representa cerca de 1,3 bilhão de toneladas, ou o suficiente para alimentar DOIS BILHOES DE PESSOAS.

A ação tem rodado o mundo e chegou no Brasil e esta sendo realizada pela Slow Food Youth Network Brasil, com o apoio do Slow Food Brasil.

Nesta ação do Convivio Slow Food Grande ABC SP, a ideia é aproveitar a Semana Santa, onde o consumo de peixe é grande, e prepararmos uma degustação com o caldo das aparas de peixe e alimentos a partir da xepa que faremos na Feira onde será a ação.

Nós do Convivio Grande ABC, participamos pelo terceiro ano consecutivo na Campanha Semana Santa e Desafio Slow Fish, aplicamos o questionário (anexo) para conhecer hábitos, gosto e conhecimento sobre peixe dos entrevistados. Em 2015, aplicaremos o mesmo questionário para analisarmos as comparações e seguiremos atentamente a metodologia compartilhada no grupo de trabalho e estudo Slow Fish.

Desafio Slow Fish Day  (fonte site www.slowfoodbrasil.com.br) – O que é? Você se questiona? Em que condições se encontram os nossos mares? Quais espécies de peixe estão em perigo de extinção? Podemos influenciar o mercado? Devemos deixar de consumir peixe?

O peixe imerso nas águas, e portanto invisível, é um patrimônio difícil de se estudar e conhecer. Para a pesca, assim como para a agricultura, o Slow Food acredita que cada pessoa pode contribuir na mudança de um sistema alimentar globalizado, baseado na exploração intensiva dos recursos naturais, para um sistema alimentar que preze pelos trabalhadores da pesca artesanal e as espécies de pescados pouco conhecidas no mercado. Com este espírito, a campanha internacional Slow Fish multiplica, incentiva, apoia as iniciativas e ações locais estimulando uma reflexão sobre o estado e a gestão das reservas pesqueiras.

E assim propomos que você se junte a essa campanha participando de uma ação local que, unida a tantas outras pequenas ações poderá surtir efeito positivo sobre os nossos mares. Estamos no período da quaresma, quando o consumo de peixes sofre um considerável aumento e este é o momento de provarmos que podemos manter as tradições de forma consciente.

Realização: Slow Food Convivio Grande ABC SP –  Lider: Dra. Ana Maria Ruiz Tomazoni
Apoio: Sabor e Saber Gastronomia (alunos e professores), Feirantes da feira Robert Kennedy.
Contato: Escola Sabor e Saber Gastronomia e Equipe Fabio Garcia com alunos.









Venha estudar Gastronomia em uma das escolas mais tradicionais do país, com a Chef e professora de gastronomia e culinária Ana Maria Tomazoni.
Clique aqui e confira mais informações sobre nossos cursos

Comentários

Mais vistas

FESTIVAL GASTRONÔMICO ENCANTOS & SABORES DO SUL DE MINAS

ANA TOMAZONI NA EXPO NEGÓCIOS LITORAL - SÃO SEBASTIÃO