Pular para o conteúdo principal

DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS - APROVEITAMENTO DE SOBRAS

DISCO XEPA

Pensar em uma cozinha privilegiando alimentos naturais, aquilo que a natureza nos oferece, celebrar a mãe Terra com suas texturas, cores, frescor ..... isso sim dá prazer em comer e antes disso preparar pratos (comida) e encher-se de emoção com o que a mãe Terra nos oferece!

Hoje além das receitas vamos escrever e refletir sobre desperdício de alimentos, alias nunca esteve tão em pauta na gastronomia atual esse tema.

Lendo um levantamento divulgado recentemente pela ONU – Organização das Nações Unidas para alimentação e agricultura, FAO, a qual documentava que o desperdício chegava a 1,3 milhões de toneladas de alimentos por ano. É o equivalente a um terço de tudo que é produzido no mundo.

No Brasil, a Embrapa aponta que, em média, cada habitante joga fora, por ano, 35 kg de frutas e 37 kg de hortaliças. As perdas estão em todas as partes da cadeia: campo, centrais de distribuição e em casa como consumidor final.

Como professora de gastronomia, chefe de cozinha e membro ativo do Movimento Slow Food que luta para o consumo do alimento bom, limpo e justo, incentivamos o aproveitamento total dos alimentos (talos, raízes, folhas etc). Pensando em, além do aproveitamento total do alimento, educar para a transformação dos desperdícios de feiras, mercados, sacolão etc, assim também surgiu o Disco XEPA como exemplo para o aproveitamento das sobras transformado em um grande banquete. Já trabalhei em várias edições do disco xepa aqui no Brasil junto à associados do Slow Food.

Disco Xepa uma iniciativa que começou com o Movimento Slow Food de Paris e de Berlim. Na Europa eles coletam alimentos descartados por mercados e feiras, ligam o som e fazem uma sopa. A versão brasileira começou ano passado com um grande banquete no restaurante Dalva e Dito e nós da Escola Sabor e Saber Gastronomia estávamos lá participando com nossos alunos. Em Maio no Beco do Aprendiz na Vila Madalena também atuamos como voluntários e foram servidos mais de 300 refeições. Estamos apenas iniciando e também aprendendo, pois onde envolve alimentos e pessoas também precisamos de muitos cuidados com higiene e manipulação além de organização que envolve muito trabalho e responsabilidades.

O caderno Paladar, do Jornal O Estado – 11 de setembro fez uma matéria sobre o assunto, se você gostar do tema consulte: Paladar # sobre o blog RSSRSS ? Twitter DIGG Share BUSCA NO BLOG - Na cozinha, nada se perde, tudo se transforma...

Segue uma receita de sobra de arroz. 

Que tal? um delicioso...  BOLINHO DE ARROZ AO ALECRIM..

Ingredientes:
2 xícaras de chá de arroz cozido
4 colheres de queijo ralado
2 colheres de sopa de farinha de trigo (se necessário mais)
3 colheres de sopa de salsa picada
1 colher de sobremesa de alecrim
1 xícara de chá de leite
1 ovo inteiro
sal, orégano e pimenta outros temperos a gosto
1 colher de fermento em pó.

Modo de Preparo:
Bata no liquidificador o leite, o ovo, a metade do arroz e a farinha.
Em um recipiente junte todos os ingredientes e o que bateu no liquidificador.
Modele, com auxilio de duas colheres os bolinhos e frite-os no óleo quente.
Escorra em um papel absorvente e sirva imediatamente.

Você também pode colocá-los em uma forma forrada com papel alumínio e manteiga e assá-los. Servir quentinho.



Venha estudar Gastronomia em uma das escolas mais tradicionais do país, com a Chef e professora de gastronomia e culinária Ana Maria Tomazoni. 
Clique aqui e confira mais informações sobre nossos cursos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagem de Natal Sabor&Saber Gastronomia

Surpreenda-se com essa dica!

Caldo de legumes caseiro