Pular para o conteúdo principal

MUDA-SP COM SLOW FOOD E ANA TOMAZONI




MUDA-SP, Movimento Urbano de Agroecologia, para promover o cultivo, a distribuição e o consumo de alimentos saudáveis na sociedade.

A Programação dialoga com a X Bienal de Arquitetura e Urbanismo e terá premiações, oficinas e cozinha experimental ao ar livre.





Entre os dias 12 e 16 de outubro, os paulistanos ganharam um presente e um futuro: o Movimento de Agroecologia de São Paulo. Debutando em grande estilo, o MUDA-SP está dentro da programação da X Bienal de Arquitetura e Urbanismo e conta com uma intensa programação. Foram oficinas, feira de trocas de brinquedos contra o consumismo infantil, uma inédita premiação dos pequenos produtores, plantio, manejo e até uma cozinha experimental colaborativa, criada pelo grupo Fruitmap (Áustria) em parceria com os grupos Hortelões Urbanos, Come-se e Árvores Vivas. Tudo nas imediações da horta criada pelo grupo Hortelões Urbanos, do jardim suspenso e dos demais pisos do Centro Cultural São Paulo.




O Muda - SP apresenta uma nova maneira de relacionamento entre a cidade e o campo, onde o alimento promove a integração harmônica entre ambos. Tudo na natureza que nos nutre é tratado como algo pertencente ao ciclo da vida e não apenas como mera mercadoria. Desse modo, o ato de alimentar-se inclui o envolvimento do ser humano com todas as fases que compõem a geração do alimento, desde a manutenção da boa fertilidade do solo até o consumo de receitas plenas de sabor, passando pelo cultivo em sintonia com o ambiente e pela distribuição equilibrada dos frutos saudáveis plantados e colhidos em nossa terra.


O projeto é uma iniciativa conjunta de pessoas e organizações que atuam nas áreas de ecologia, agricultura sem venenos, convívio nos espaços urbanos, comércio justo, educação ambiental, gastronomia saudável, segurança alimentar e saúde pública, incluindo setores do poder público executivo e legislativo do município. São eles: COMUSAN, Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida, Prefeitura de São Paulo, Casa Jaya, AAO, Revolução da Colher Brasil, Slow Food São Paulo, Hortelões Urbanos, Instituto Kairós e Instituto 5 Elementos.


A Escola Sabor e Saber Gastronomia, na presença da professora e educadora Ana Tomazoni, mais algumas associadas do Slow Food, Marli, Dalva, Fabiana Sanches, apresentamos oficinas dos sabores, instigando os sentidos humanos, acompanhados de deliciosas degustações doces e salagadas com alimentos da Arca do Gosto, seguidos de sucos vivos, com a nutricionista especialista em Alimentação Viva, Fernanda.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagem de Natal Sabor&Saber Gastronomia

Surpreenda-se com essa dica!

Caldo de legumes caseiro