Pular para o conteúdo principal

FALAR EM EDUCACÃO E ALIMENTAÇÃO COM PEIXE

Confira uma receita de Moqueca sem leite de coco e dendê, que o pessoal do Espirito Santo adora!

Neste mês de março com a chegada da Semana Santa, o consumo de peixes aumenta consideravelmente, por isso estamos publicando um Moqueca Capixaba!

Logo a seguir confira texto publicado pelo Slow Fish!

MOQUECA CAPIXABA

Ingredientes: 
-1 colher (sopa) de azeite de urucum 
-2 dentes de alho -2 cebolas cortadas em rodelas 
-1 pimentão verde grande cortado em rodelas finas 
- 1 pimentão grande vermelho cortado em rodelas 
-3 tomates maduros cortados em rodelas
- temperos: sal, noz-moscada, pimenta, salsa ou coentro, cebolinha, coentro a gosto
- 700g de robalo ou filés do peixe de sua preferência 
- suco de 1 limão grande

OBS: 
-óleo de urucum: fritar ½ xícara de azeite, 
-½ xícara de óleo de soja e 
-2 colheres (sopa) de sementes de urucum. 
Aqueça até o óleo ficar bem amarelo. 
Coar e usar o necessário, guardar o restante em vidro fechado.

1.Tempere o peixe com alho picado, sal e suco de limão.
2.Numa panela média aqueça o azeite de urucum e arrume em camadas: a cebola, o tomate, o peixe, o pimentão verde e vermelho, os temperos, o peixe, regue com azeite de urucum. Leve para cozinhar em fogo baixo. Ao servir decore com salsa ou coentro.

DICA: Preparar a receita em panela de barro e servi-la à mesa bem quente.

Fonte: 
Slow Fish Brasil
Categoria: Slow Fish Brasil
Publicado em Terça, 12 Março 2013 19:42
Escrito por GT Slow Fish Brasil

Com a pesca, assim como com a agricultura, o Slow Food acredita firmemente que cada indivíduo pode contribuir em algum nível para mudar os mecanismos de um sistema alimentar globalizado baseado na exploração intensiva de recursos.
Com a sua forte experiência internacional e local, o movimento está convencido de que só podemos trazer mudanças, retornando às origens dos alimentos, colocando a curiosidade e o prazer ao serviço de escolhas responsáveis.

Estamos redescobrindo o diferente, os sabores esquecidos, as espécies locais. Que tendem a cair no esquecimento num mercado globalizado e massificado. Recuperando receitas antigas, novas e atualizadas. Estamos buscando recuperar a sabedoria tradicional de comunidades de pescadores, que muitas vezes não mudaram muito suas práticas de pesca ancestrais, as dietas de gerações passadas, e os recursos conhecidos e desconhecidos guardados por mangues, rios, lagos e mares. Tudo isso faz parte da nossa história e nossa identidade. Medidas assim, a longo prazo vão formando tendências que despressurizam impacto sobre determinados nichos de produção intensificados, trazendo diversidade às escolhas. Toda a cadeia de produção entra num fluxo de melhor equilíbrio.

Neste espírito, a campanha internacional Slow Fish aporta no Brasil lançando iniciativas e compartilhando material de consulta que promova a pesca artesanal, as espécies negligenciadas, o consumo consciente e responsável, e inspirem a reflexão sobre as condições e gestão dos recursos marinhos e continentais.

Para ter alguma chance de sucesso em harmonizar de fato os movimentos da natureza e das necessidades do homem, esta reflexão deve começar em nível local.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

JAMELÃO / JAMBOLÃO

Fui visitar uma amiga Nair Cisotto Garcia e ela me presenteou com frutas muita saborosas mas, desconhecida por mim.

Acolhido pela curiosidade, corri para pesquisar e já fazer um doce ou outro uso,veja o que a enciclopédia me mostrou, quero dividir com vocês essa experiência.

Lembrei da pesquisadora e redadora de uma coluna do jornal O Estado de São Paulo, O Paladar, muito querida Neide Rigo, tem um blog muito especial "Come-se". Vale a pena uma visita. Nesse blog ela fala de frutas, verduras ervas etc como pesquisa e prepara receitas.

Uma frutinha que lembra azeitona, talvez jabuticaba, com um caroço grande, , mas, o sabor é azedinho e muito saboroso, perante isso tudo fui logo pesquisar alguns site e já encontrei noticias, artigos etc.
Confira:Jamelão 
O Commons possui multimídias sobre Jamelão
O jamelão, jambolão, jalão[1], joão-bolão, manjelão, azeitona-preta, baga-de-freira, brinco-de-viúva ou guapê (Syzygium cumini, ex-Eugenia jambolana Lam. ou Syzygium jambolanum DC.) é …

DIA NACIONAL DA MANDIOCA HARMONIZADO COM O CAMBUCI E SLOW FOOD

DIA NACIONAL DA MANDIOCAHARMONIZADO COM O CAMBUCI E SLOW FOOD

O Convívio Slow Food Grande ABC SP e a escola Sabor e Saber Gastronomia tem um trabalho de educação alimentar a muitos anos com seus alunos e publico frequentador de eventos, feiras e congressos acadêmicos com estudos e praticas com a mandioca e o fruto nativo no Brasil o Cambuci.

Prefeito Paulo Serra do município de Santo André

O FESTIVAL DO CAMBUCI EM PARANAPIACABA
O Festival do Cambuci de Santo André é um evento realizado pela Prefeitura de Santo André junto à Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Secretaria de Gestão dos Recursos Naturais de Paranapiacaba e Parque Andreense, Empreendedores / Moradores de Paranapiacaba e diversos restaurantes no centro da cidade.
Este evento tem um papel importante no desenvolvimento do turismo da Vila de Paranapiacaba, reforçando a identidade cultural deste importante fruto nativo da Mata Atlântica e incentivando o desenvolvimento sustentável do local.
O fruto cambuci, pertence à…

OFICINA GASTROETEC: Gastronomia Brasileira e a Importância do Ato de Cozinhar

Oficina GASTROETEC Santa Ifigênia - SP com a Chef e Educadora Ana Tomazoni.