Pular para o conteúdo principal

BOLO REI É TRADIÇÃO




BOLO REI É TRADIÇÃO

Não dá para falar em Festas de Fim de Ano, sem falar do famoso Bolo Rei, com a sua forma de coroa, suas frutas cristalizadas e frutos secos (amêndoas, nozes e castanhas), a fava e o brinde.
Todo ano preparo para minha família e para presentear os amigos do coração.
Este bolo está recheado  de simbologia, na tradição, pode-se  dizer que este doce representa os presentes oferecidos pelos Reis Magos ao Menino Jesus, na ocasião do seu nascimento. A casca (a parte exterior-dourada) simboliza o ouro; já as frutas secas e as cristalizadas representam a mirra; por fim, o incenso está representado no aroma do bolo.
No interior do bolo está escondida uma fava, conta uma lenda,  que trata-se da representação da história dos Reis Magos quando viram a Estrela de Belém que anunciava o nascimento de Cristo,  então disputaram entre si o direito de entregar a Jesus, os presentes que levavam. Como eles não conseguiam chegar a um acordo, um padeiro, para pôr fim à discussão, propôs fazer um bolo com uma fava no interior da massa, em seguida, cada um dos três magos do  Oriente pegaria numa fatia, o que tivesse a sorte de retirar a fatia que possuísse a fava, ganharia o direito de entregar os presentes a Jesus.
Não se sabe qual foi contemplado com a fatia premiada, pode ter sido qualquer um dos três, Baltasar, Belchior ou Gaspar. É claro que isto é só uma lenda, o Bolo Rei tem, na verdade, origens francesas (como conta a história dos reis....)
A receita do Bolo Rei correu o mundo, muito contribuiu para isso a fama que o bolo ganhou de proporcionar prosperidade a quem comesse a fatia que possuísse a fava. Contudo, dita a tradição que quem receber a fatia com a fava, tem de oferecer o Bolo Rei no ano seguinte.
Mais informações no Blog.... tiapaulaeducadora.blogspot.com.br
 

BOLO REI (português)

Ingredientes:
4 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
2 tabletes ou 2 colheres de sopa  (do seco) (15g cada) de fermento biológico
1 xícara (chá) de açúcar
4 colheres (sopa) de leite
5 ovos
3 colheres (sopa) de vinho do Porto
2 colheres (sopa) de casca de laranja ralada.
1/2 xícara (chá) de azeite de oliva ou óleo milho
1/2 xícara (chá) de uva-passa sem sementes.
5 colheres (sopa) de castanhas do Brasil ou amêndoas picadas
5 colheres (sopa) de nozes picadas
5 colheres (sopa) de castanhas de caju
1 xícara( chá) de frutas cristalizadas
100 gramas  de cerejas cristalizadas
4 colheres (sopa) de açúcar confeiteiro

Modo de Preparo
Em um recipiente grande, peneire a farinha de trigo e reserve. Em outra, misture o fermento e 3 colheres (sopa) de açúcar até obter uma pasta.
Misture o leite amornado e 4 colheres(sopa)de farinha de trigo .
Cubra com filme plástico e deixe crescer por 15 minutos. Em outro recipiente, coloque 4 ovos, o vinho do Porto e as raspas de laranja e bata rapidamente com um batedor manual.  Reserve.

Em uma superfície lisa, coloque a farinha de trigo restante e faça uma cova uma cavidade no centro. Junte o azeite de oliva (reserve 1/2 colher de sopa) e o açúcar restante. Com a ponta dos dedos, misture até obter uma farofa.
Acrescente a massa crescida e misture. Aos poucos,junte os ovos batidos e sove a massa por 5 minutos.
Adicione as uvas passas, as castanhas, as amêndoas, as nozes e metade das frutas cristalizadas.Misture delicadamente e cubra com filme plástico e deixe crescer por 1 hora.
Em seguida, modele a massa, formando um anel. Transfira a massa para uma assadeira de pizza com 30 cm de diâmetro, ou forma grande com anel central, untada com o azeite reservado. Deixe crescer por mais 30 minutos.
Ligue o forno à temperatura média, 170º.C.
Pincele um ovo batido e distribua sobre a massa o restante das frutas cristalizadas e as cerejas.Pressione ligeiramente com os dedos e pincele toda a superfície com o ovo batido. Leve o bolo ao forno por aproximadamente 40 minutos. Retire do forno, desenforme ainda morno e disponha em um prato grande. Em seguida, polvilhe por cima o açúcar confeiteiro  se preferir, no momento de servir coloque fios de ovos na parte central do bolo.

obs:SELO DE TRINTA ANOS DE ESCOLA DE CULINARIA -  Nós que damos sabor a vida! Prepare um, dois ou mais bolo rei e faça a festa com as pessoas que mais ama. Coloque uma surpresa, (anéis ou alguma biju.....) o que vale é a expectativa de algo novo e diferente. Feliz ano novo com muitas celebrações e brindes de alegrias.....grande abraço, com carinho! Ana Tomazoni

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

JAMELÃO / JAMBOLÃO

Fui visitar uma amiga Nair Cisotto Garcia e ela me presenteou com frutas muita saborosas mas, desconhecida por mim.

Acolhido pela curiosidade, corri para pesquisar e já fazer um doce ou outro uso,veja o que a enciclopédia me mostrou, quero dividir com vocês essa experiência.

Lembrei da pesquisadora e redadora de uma coluna do jornal O Estado de São Paulo, O Paladar, muito querida Neide Rigo, tem um blog muito especial "Come-se". Vale a pena uma visita. Nesse blog ela fala de frutas, verduras ervas etc como pesquisa e prepara receitas.

Uma frutinha que lembra azeitona, talvez jabuticaba, com um caroço grande, , mas, o sabor é azedinho e muito saboroso, perante isso tudo fui logo pesquisar alguns site e já encontrei noticias, artigos etc.
Confira:Jamelão 
O Commons possui multimídias sobre Jamelão
O jamelão, jambolão, jalão[1], joão-bolão, manjelão, azeitona-preta, baga-de-freira, brinco-de-viúva ou guapê (Syzygium cumini, ex-Eugenia jambolana Lam. ou Syzygium jambolanum DC.) é …

DIA NACIONAL DA MANDIOCA HARMONIZADO COM O CAMBUCI E SLOW FOOD

DIA NACIONAL DA MANDIOCAHARMONIZADO COM O CAMBUCI E SLOW FOOD

O Convívio Slow Food Grande ABC SP e a escola Sabor e Saber Gastronomia tem um trabalho de educação alimentar a muitos anos com seus alunos e publico frequentador de eventos, feiras e congressos acadêmicos com estudos e praticas com a mandioca e o fruto nativo no Brasil o Cambuci.

Prefeito Paulo Serra do município de Santo André

O FESTIVAL DO CAMBUCI EM PARANAPIACABA
O Festival do Cambuci de Santo André é um evento realizado pela Prefeitura de Santo André junto à Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Secretaria de Gestão dos Recursos Naturais de Paranapiacaba e Parque Andreense, Empreendedores / Moradores de Paranapiacaba e diversos restaurantes no centro da cidade.
Este evento tem um papel importante no desenvolvimento do turismo da Vila de Paranapiacaba, reforçando a identidade cultural deste importante fruto nativo da Mata Atlântica e incentivando o desenvolvimento sustentável do local.
O fruto cambuci, pertence à…

OFICINA GASTROETEC: Gastronomia Brasileira e a Importância do Ato de Cozinhar

Oficina GASTROETEC Santa Ifigênia - SP com a Chef e Educadora Ana Tomazoni.