Pular para o conteúdo principal

DIA MUNDIAL DA ALIMENTACAO SLOW FOOD EM SEMINÁRIO NA CÂMARA EM SAO PAULO




Um encontro para refletir sobre alimentação e a  cadeia que envolve desde o plantio à mesa. Pensando na pergunta: De onde vem os alimentos? Refletimos e discutimos, sobre o alimento que comemos e sua importância primordial (o foco) em nossas vidas, enquanto um conjunto complexo de valores e significados, conseqüências sociais, econômicas e ecológicas, na filosofia do Slow Food. “Com alimento bom, limpo e justo” podemos mudar o mundo. Seguindo a linha dessa filosofia,  pensando na luta contra a fome, no direito à alimentação e o alimento nas comunidades locais tornar-se possível,  plantios como hortas comunitárias para uma melhor saúde de todos. No documento do Slow Food "Centralidade do Alimento" , enviado pelo Presidente Carlo Petrini,  coloca algumas possibilidade como: 1- restabelecer a agricultura, ser cooprodutor, voltar a terra, 2 -Luta contra o desperdício, cada um fazendo sua parte (com relação a varias realidades como energia, solo etc) 3- exercitar a democracia educativa , trabalhando a própria economia local. Nas grandes metrópoles com a falta de tempo cada vez mais presente nos dias de hoje não nos alimentamos adequadamente e quando o fazemos é de um modo automático e mecânico sem importância, nisso  nós somos irresponsáveis, pois somos o que comemos.
Em nosso Seminário no Dia mundial da alimentação, 16 de Outubro, o Diretor Georges Scnyder da Revista Prazeres da Mesa, colocou: " precisamos voltar a ser seres humanos racionais e pensarmos em colocar o alimento  como centro de nossa vida" Mencionando  o tema central do próximo Terra Madre e Salone Del Gusto  que terá como foco a Centralidade do Alimento, priorizando  educação permanente e  a consciência de seu valor. 

Nossa apresentação no Seminário foi mostrar as praticas de saberes em diferentes fases da vida, nas aulas da nossa Escola Sabor e Saber Gastronomia, como alimentação para o resgate do prazer e uso dos  alimentos naturais em nossas mesas ! Na programação da Câmara Municipal de Sao Paulo a abertura foi feita pelo vereador Gilberto Natalini em seguida a líder do Convivum Sao Paulo Cenia Salles. Tivemos duas mesas I MESA Tema Panorama e Caminhos do Sistema de Produção e Consumo de Alimentos com Sr. Roberto Graziano, Coordenador Projeto Feiras Orgânicas - Sra. Carmem Silvia Carmona de Azevedo representando o Comusan ( Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Sao Paulo - Sr. João Paulo Amaral - IDEC Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor - Sr. Rafael Georges Representante da Oxfam / Campanhã Cresça - Sr. Arpad Spaling Representando o Instituto Kairos , Sra. Reiko Miura - Jornalista e mediadora dessa mesa. II MESA  Tema: Cultura, Ecograstronomia e Biodiversidade com Sra. Maria Helena Caldas - Historiadora, pôs graduada pela USP em Patrimônio Cultural e Meio Ambiente Sra. Ana Maria Ruiz Tomazoni - Doutoranda em Educação pela PUCSP, representando a Escola de Gastronomia Sabor e Saber.

Sr. Marcelo Traldi - Prof. Pesquisador do SENAC Sra. Mara Salles Chef. do Restaurante Tordesilhas Sra. Cláudia Mattos Chef do Bristro Zym Sr.  Georges  Schnyder - diretor executivo da Revista Prazeres da Mesa Sr. Maurício Fonseca Coordenador do Prêmio Culduras Indígenas e Mediador dessa Mesa de debates. No final do evento todos foram convidados para uma degustação de produtos da Arca do Gosto. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagem de Natal Sabor&Saber Gastronomia

Surpreenda-se com essa dica!

Caldo de legumes caseiro