Pular para o conteúdo principal

COMENDO COM A MÃO! Aprendendo com diferentes culturas.


Comer com a mão, habito comum quando nos deparamos com Indianos, paquistaneses, entre outros.

Em viagem para Austrália para visitar neto, filho,nora e família, paramos alguns dias em Dubai.

Sempre que viajamos, gostamos de conviver com os habitantes no seu dia a dia, comemos em alguns restaurantes com muitos muçulmanos, indianos, paquistaneses, diga-se que Dubai hoje e uma miscelânea de culturas, bonito de se ver.
Cada um dentro de suas condições econômicas e sociais, mas mantendo sua cultura mãe, com isso, muitos dos freqüentadores comiam com as mãos.

Na Índia grande parte da população, especialmente no sul do pais, comem com as mãos, mas praticam a higiene, lavando as mãos antes e depois.

As refeições servidas com  algum prato e sempre com molho e naan (pão muito leve feito com farinha de trigo branca) ou pão tipo sírio.


Alguns restaurantes mesmo que servissem os talheres, entenda-se, garfo e colher, mas nunca a faca. Outra coisa interessante e cultural, não servem nenhuma bebida alcoólica, mesmo nos mercados ou supermercados não vendem bebidas alcoólicas, não importando que seja virada de ano, etc. como conferimos com queima de fogos na BRUJ Dubai (Torre de Khalifa). No lugar da champanhe tomamos um bom suco com mix de frutas. Assim, convivendo e aprendendo.... 

Comentários

  1. Embora pareça estranho,mas o não uso de talheres até que faz sentido; veja bem,uma faca por si só já é uma arma uma colher ou garfo facilmente podem ser transformados numa arma, como acontece nos presídios aqui no Brasil,onde cabos de colheres e de garfos são transformados em estiletes,em outras palavras, em armas. Agora,uma coisa que li e gostei muito foi o não uso de bebidas alcoólicas nos restaurantes, bem como a não comercialização de bebidas alcoólicas nos supermercados. Gostei demais desta matéria!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

JAMELÃO / JAMBOLÃO

Fui visitar uma amiga Nair Cisotto Garcia e ela me presenteou com frutas muita saborosas mas, desconhecida por mim.

Acolhido pela curiosidade, corri para pesquisar e já fazer um doce ou outro uso,veja o que a enciclopédia me mostrou, quero dividir com vocês essa experiência.

Lembrei da pesquisadora e redadora de uma coluna do jornal O Estado de São Paulo, O Paladar, muito querida Neide Rigo, tem um blog muito especial "Come-se". Vale a pena uma visita. Nesse blog ela fala de frutas, verduras ervas etc como pesquisa e prepara receitas.

Uma frutinha que lembra azeitona, talvez jabuticaba, com um caroço grande, , mas, o sabor é azedinho e muito saboroso, perante isso tudo fui logo pesquisar alguns site e já encontrei noticias, artigos etc.
Confira:Jamelão 
O Commons possui multimídias sobre Jamelão
O jamelão, jambolão, jalão[1], joão-bolão, manjelão, azeitona-preta, baga-de-freira, brinco-de-viúva ou guapê (Syzygium cumini, ex-Eugenia jambolana Lam. ou Syzygium jambolanum DC.) é …

DIA NACIONAL DA MANDIOCA HARMONIZADO COM O CAMBUCI E SLOW FOOD

DIA NACIONAL DA MANDIOCAHARMONIZADO COM O CAMBUCI E SLOW FOOD

O Convívio Slow Food Grande ABC SP e a escola Sabor e Saber Gastronomia tem um trabalho de educação alimentar a muitos anos com seus alunos e publico frequentador de eventos, feiras e congressos acadêmicos com estudos e praticas com a mandioca e o fruto nativo no Brasil o Cambuci.

Prefeito Paulo Serra do município de Santo André

O FESTIVAL DO CAMBUCI EM PARANAPIACABA
O Festival do Cambuci de Santo André é um evento realizado pela Prefeitura de Santo André junto à Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Secretaria de Gestão dos Recursos Naturais de Paranapiacaba e Parque Andreense, Empreendedores / Moradores de Paranapiacaba e diversos restaurantes no centro da cidade.
Este evento tem um papel importante no desenvolvimento do turismo da Vila de Paranapiacaba, reforçando a identidade cultural deste importante fruto nativo da Mata Atlântica e incentivando o desenvolvimento sustentável do local.
O fruto cambuci, pertence à…

OFICINA GASTROETEC: Gastronomia Brasileira e a Importância do Ato de Cozinhar

Oficina GASTROETEC Santa Ifigênia - SP com a Chef e Educadora Ana Tomazoni.