Pular para o conteúdo principal

O melhor Pastel de Feira de São Paulo


Mais um ano participei como Chef convidada para julgar o Melhor Pastel de São Paulo. Além de provar, julgar dez pasteis de carne foi uma manhã divertida em que encontramos amigos da gastronomia, contamos as novidades e nos divertimos muito.
Ao todo, 731 barracas de pasteis paulistanas participaram do concurso. Dez delas chegaram à final e no dia 23 de agosto, uma manhã fria e chuvosa, o júri formado por Chefs, culinaristas, jornalistas de diversos ramos da gastronomia, revistas, jornais, blogs, etc. em fim, muita mídia escrita e falada; todos provaram e julgaram o melhor pastel. Essa festa toda aconteceu na Praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu, na capital paulista.
O júri analisou tecnicamente os pastéis competidores observando-se: a textura, o sabor, ponto de gordura e a higiene. Eu particularmente levei uma balança para facilitar e ter um julgamento mais fidedigno do vencedor. “Para ter idéia, teve pastel com 101 gramas contra outro de 159 gramas, realmente a diferença era muito grande!
O pastel vencedor: Crocante, sequinho, recheio generoso de carne e um ingrediente inusitado, que proporcionava aroma especial: raspas de limão siciliano. A receita da pasteleira Maria Kuniko venceu pela segunda vez o concurso do melhor pastel de feira de São Paulo. A torcida da japonesa de 59 anos era a mais animada do evento. Não é à toa que ela dividirá os R$ 8 mil conquistados no concurso entre seus 40 funcionários. “Uma parte do dinheiro destinarei à abertura de uma franquia”, conta ela, que já tem um ponto fixo em Pinheiros (Rua Fradique Coutinho, 580. Tel: 2373-7071). O segredo do sucesso, diz, é “muito amor , dedicação e higiene”.
Parabéns a Maria que soube aproveitar a oportunidade de ganhar o concurso em 2009, e planejar um marketing eficiente acompanhado de qualidade de produtos diferenciados no seu segmento, triplicando seu faturamento e projetando para abertura de franquias. Realmente um modelo a ser estudado e seguido neste mercado gastronômico tão competitivo.
Os três vencedores de 2011
Primeiro lugar: Pastel da Maria – às terças-feiras na Rua Capitão Manoel Novaes, no Jardim São Bento; às quartas-feiras na Rua Cayowaá, 2.000, em Perdizes; às sextas-feiras na Rua Mendonça Drumond, no Jardim Maringá; aos sábados na Alameda Subtenente Francisco Hierro, 351, no Parque Novo Mundo e aos domingos na Avenida Mario Lopes Leão, 700, em Santo Amaro.
Segundo lugar: Yamashiro (Pai) – às terças-feiras a barraca fica na Avenida Jose Maria Witaker; 1121, no Planalto Paulista; às quartas-feiras na Avenida Bentevi, 104, em Moema; às quintas-feiras na Rua Campante, 81, na Vila Carioca; aos sábados na Avenida Diederichsen, 45, na Vila Guarani e aos domingos na Rua Carneiro da Cunha, no Bosque da Saúde.
Terceiro lugar: Pastéis Gabi – às terças-feiras Avenida Pau D’arco Roxo, 220, na Cidade Pedro José Nunes; às quintas-feiras na Avenida Borboleta Amarela, no Jardim São Martinho; às sextas-feiras na Avenida Flamingo, 37, na Vila Curuçá Nova; aos sábados na Rua Anastácio Trancoso, no Jardim Nélia e aos domingos na Rua Benedito de Souza Borges, no Jardim Robru.
Além do dinheiro, os vencedores ganharam o direito a comercializar pastéis na Virada Cultural. Receita Publicada na mídia. Quem pensa que a receita do pastel vencedor é guardada a sete-chaves está muito enganado.
Dona Maria faz questão de revelar os ingredientes do recheio, que no ano passado tinha gengibre no lugar de limão.
Quanto à massa, ela conta que adiciona uma pitada de Ajinomoto à receita tradicional.
Quem quiser, pode comprá-la na barraca (confira endereço das feiras abaixo) ou na pastelaria, em Pinheiros.
Ingredientes:1 kg de patinho moído - 1 cebola - 2 tomates - 3 dentes de alho - Salsinha a gosto - Sal -azeite -Azeitona - Raspas de limão siciliano
Modo de preparo:Coloque duas colheres de óleo na panela. Espere esquentar bem em seguida coloque o alho e a carne moída. Misture tudo até cozinhar bem.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

JAMELÃO / JAMBOLÃO

Fui visitar uma amiga Nair Cisotto Garcia e ela me presenteou com frutas muita saborosas mas, desconhecida por mim.

Acolhido pela curiosidade, corri para pesquisar e já fazer um doce ou outro uso,veja o que a enciclopédia me mostrou, quero dividir com vocês essa experiência.

Lembrei da pesquisadora e redadora de uma coluna do jornal O Estado de São Paulo, O Paladar, muito querida Neide Rigo, tem um blog muito especial "Come-se". Vale a pena uma visita. Nesse blog ela fala de frutas, verduras ervas etc como pesquisa e prepara receitas.

Uma frutinha que lembra azeitona, talvez jabuticaba, com um caroço grande, , mas, o sabor é azedinho e muito saboroso, perante isso tudo fui logo pesquisar alguns site e já encontrei noticias, artigos etc.
Confira:Jamelão 
O Commons possui multimídias sobre Jamelão
O jamelão, jambolão, jalão[1], joão-bolão, manjelão, azeitona-preta, baga-de-freira, brinco-de-viúva ou guapê (Syzygium cumini, ex-Eugenia jambolana Lam. ou Syzygium jambolanum DC.) é …

DIA NACIONAL DA MANDIOCA HARMONIZADO COM O CAMBUCI E SLOW FOOD

DIA NACIONAL DA MANDIOCAHARMONIZADO COM O CAMBUCI E SLOW FOOD

O Convívio Slow Food Grande ABC SP e a escola Sabor e Saber Gastronomia tem um trabalho de educação alimentar a muitos anos com seus alunos e publico frequentador de eventos, feiras e congressos acadêmicos com estudos e praticas com a mandioca e o fruto nativo no Brasil o Cambuci.

Prefeito Paulo Serra do município de Santo André

O FESTIVAL DO CAMBUCI EM PARANAPIACABA
O Festival do Cambuci de Santo André é um evento realizado pela Prefeitura de Santo André junto à Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Secretaria de Gestão dos Recursos Naturais de Paranapiacaba e Parque Andreense, Empreendedores / Moradores de Paranapiacaba e diversos restaurantes no centro da cidade.
Este evento tem um papel importante no desenvolvimento do turismo da Vila de Paranapiacaba, reforçando a identidade cultural deste importante fruto nativo da Mata Atlântica e incentivando o desenvolvimento sustentável do local.
O fruto cambuci, pertence à…

OFICINA GASTROETEC: Gastronomia Brasileira e a Importância do Ato de Cozinhar

Oficina GASTROETEC Santa Ifigênia - SP com a Chef e Educadora Ana Tomazoni.