Pular para o conteúdo principal

Curso, visitas e comidas Mexicanas! Aye! Aye! Aye!

Agora estou na cidade de Monterrey. Lindíssima! Situada no nordeste do México, no sopé da Sierra Madre Oriental, Monterrey é a capital do Estado de Nuevo Leon e está cercada por montanhas. No censo de 2005, a população do município era de 1,1 milhões de habitantes, enquanto sua região metropolitana possuía cerca de 3,7 milhões de habitantes, sendo a terceira maior do México, após Cidade do México e Guadalajara.

Monterrey é o segundo maior centro industrial do país e um importante centro de comunicações, educação e medicina. Tem um clima cálido e seco, com temperaturas diárias no verão superiores aos 30ºC. A proximidade das montanhas constitui um atrativo turístico para os amantes dos esportes radicais e de aventura.

O XVI Congresso de Educação e Ciência da Educação aconteceu no CINTERMEX, localizado dentro do Parque da Fundadora, belíssimo, onde há também um canal para navegar (de barco ou gôndola) 2,5 km com passeio até Santa Luzia.

A apresentação que fizemos tem o tema “Una vivencia interdiscipinar en la educacion de los sentidos”, cuja pesquisa foi realizada com pessoas de 4 a 92 anos por três pesquisadoras e alunas da PUC-SP: a mestra pela PUC-SP, Maria Helena Esteves Conceição; a mestra e Dra. em educação, Dirce Encanacion Tavares; e a mestra em gerontologia pela PUC-SP, Ana Maria Ruiz Tomazoni (orientada pela Dra. Ivani Fazenda).

A apresentação aconteceu no dia 31/05/2010, às 15h00. Houve muita interação e participação de todos presentes, que ficaram “encantados” com tema e os resultados nas suas vidas com reflexos nos cinco sentidos. A pedidos, repetimos a apresentação para outro grupo às 17h00. Estávamos muito em representar o Brasil e a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

As palestras, conferências e colóquios foram de alto nível acadêmico e com certeza saímos com muitas ferramentas, ideias e experiências valiosas para nosso trabalho no dia a dia.

Aproveitei também a viagem para conhecer escolas de culinária e gastronomia local, que têm grade curricular semelhante as nossas no Brasil. Acompanhei o curso de uma turma de 4º semestre do “Instituto Culinario Monterrey” do módulo de aulas internacionais com o sopas e consumés variados variados. A aula foi ministrada pelo chef Jaime Fabregas (de avental listrado), assim como o sub diretor acadêmico, chef japonês Schinichiro Nagata Maejima.

Confira mais informações sobre o Instituto Culinario Monterrey no site www.institutoculinario.com. O contato é informes@institutoculinario.com. Esta é a primeira escola de chefs de Monterrey. Fui muito bem acolhida por todos, desde a proprietária até os alunos que nos perguntavam muito do Brasil, da nossa culinária e, claro, do futebol. Na próxima postagem enviarei receitas do curso. Aguardem!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Surpreenda-se com essa dica!

Mensagem de Natal Sabor&Saber Gastronomia

Caldo de legumes caseiro